quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Educação é a Manifestação da Perfeição já Existente no Homem

"... O conhecimento é inerente no homem, nenhum conhecimento vem de fora, ele está todo dentro de nós. O que dizemos que um homem sabe deve, na linguagem estritamente psicológica, ser o que ele descobre ou desvela. O que um homem aprende é na realidade o que ele descobre ao tirar o véu de sua própria alma, que é uma mina de infinito conhecimento. Dizemos que Newton descobriu a gravitação. Estava ele sentado num canto, esperando por isso? Não, estava em sua mente; chegou o momento devido e ele fez a descoberta. Todo conhecimento que o mundo já recebeu vem da mente; a biblioteca infinita do universo está em nossa própria mente. O mundo exterior é apenas a sugestão, a ocasião, que nos leva a estudar nossa própria mente.

Todo conhecimento, por conseguinte, seja ele secular ou espiritual, encontra-se na mente humana. Em muitos casos, ele não é descoberto, permanece oculto, e quando o véu que o cobre vai sendo lentamente erguido, dizemos que “estamos aprendendo”, e o avanço do conhecimento se dá conforme o avanço desse processo de descobrimento.

O homem no qual esse véu está sendo levantado é que tem mais conhecimento; o homem no qual esse véu continua imóvel, é ignorante; e aquele cujo véu foi totalmente retirado é onisciente, e tudo sabe. Como o fogo existe num pedaço madeira, o conhecimento existe na mente; sugestão é a fricção que o traz para a superfície. Todo conhecimento e todo poder estão no interior. O que chamamos de poderes, segredos da Natureza e força estão interiorizados. Todo conhecimento provém da alma humana. O homem quando manifesta o conhecimento, descobre-o dentro de si, que é pré-existente, ao longo da eternidade..."
---
Texto do livro “EDUCAÇÃO” de Swami Vivekananda

domingo, 26 de janeiro de 2020

Será que sabemos realmente desfrutar a vida?

😏 "As pessoas que vivem pelos sentidos pensam que estão gozando a vida. Que sabem elas do prazer? Só aqueles que estão plenos de felicidade divina gozam de fato a vida." 😇😄🙏 -- Sw Brahmananda

Hoje, segundo o calendário lunar, celebra-se o 157º aniversário de Swami Brahmananda, filho espiritual de Sri Ramakrishna, a Encarnação Divina que impactou o mundo com sua mensagem de harmonia entre as religiões.

SWAMI BRAHAMANANDA (1863-1922), chamado carinhosamente de Maharaj (grande rei), era um verdadeiro dínamo espiritual. Sua espiritualidade irradiava-se das mais diversas maneiras na vida cotidiana. Majestoso e sereno como o oceano profundo, tinha a simplicidade de uma criança. Cheio de doçura, era uma alma iluminada e inspiradora. Seu senso de humor irresistível manifestava-se, por vezes, em sua s piadas e brincadeiras diárias, embora sua mente estivesse constantemente mergulhada em profundos estados de consciência mística.
No livro "O Eterno Companheiro", encontram-se seus preciosos ensinamentos e reminiscências, capazes de tocar o coração dos sinceros buscadores espirituais e despertar potencialidades adormecidas. Maharaj deixou um valioso legado de como uma pessoa pode cumprir suas responsabilidades no mundo e, ao mesmo tempo, enriquecer sua vida com uma vibrante espiritualidade.
                    *******************
Encontramos no Bhagavad Gita - Cap. IV, nos Slokas a seguir, parte de seu segredo de felicidade:
"21 -Não espera lucro, não receia perda; de nada depende, e conserva os sentidos sob o domínio da razão. Assim é senhor do seu sentir e pensar, um rei poderoso no reino interior da alma.
22 - Está contente sempre com tudo o que o dia lhe oferece; não se deixa alterar por ventura nem por desventura; é livre da inveja; conserva o ânimo igual e o coração afável, tanto no sucesso como no insucesso; faz sempre o melhor que pode, porém, sem se apegar à obra. Assim, vive puro e imaculado entre os impuros e pecadores."

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

O QUE É MEDITAÇÃO?


O que é meditação? Meditação é o poder que nos torna capazes de resistir a tudo. A Natureza pode nos dizer: “Olhe, que coisa maravilhosa!” E eu não olho. Então, ela diz: “Que belo aroma! Sinta- o!” Eu digo ao meu nariz: “Não o cheire” e o nariz me obedece. “Olhos, não vejam!”. A Natureza faz uma coisa terrível — mata um de meus filhos e diz: “Agora, patife, sente-se e chore! Caia no buraco! Afunde!” Eu respondo: “Não farei isso”. Eu me ergo. Devo libertar-me. Experimente fazer isso algumas vezes. Na meditação, por um momento, você pode modificar seu modo de ser. Agora, se você tem aquele poder dentro de si mesmo, não seria isto o céu, a liberdade? Este é o poder da meditação.

Como alcançá-lo? De doze maneiras diferentes. Cada temperamento tem sua própria maneira. Mas este é o princípio geral: domine sua mente. A mente é como um lago e cada pedra que nele cai provoca ondas. Essas ondas não permitem que nos vejamos como somos. A lua cheia se reflete sobre a água do lago, mas a superfície está tão agitada que não vemos claramente seu reflexo. Fique calmo. Não deixe sua natureza provocar as ondas. Fique quieto e então, passado certo tempo, ela desistirá. E, então, saber- emos o que realmente somos. Deus lá está presente, mas a mente é tão agitada, sempre a perseguir os sentidos... Você isola os sentidos e, mesmo assim, sua mente continua a girar, a rodar. Num dado mo- mento sinto-me bem e resolvo meditar em Deus e então minha mente viaja para Londres, num minuto. E se consigo retirá-la de lá, ela voa para Nova York, para pensar nas coisas que fiz lá, no passado. Essas ondas devem ser detidas pelo poder da meditação.
-- Swami Vivekananda