quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Segundo o Hinduísmo, as forças kármicas não governam a vida humana completamente



"Deve ser claramente compreendido que o Hinduísmo nunca diz que tudo o que acontece na vida de uma pessoa é o resultado de suas ações feitas nas vidas anteriores. A força do karma é apenas uma das muitas forças que controlam sua vida. Mesmo com estas forças agindo sobre ele, tem certa quantidade de liberdade de ação também. Ele deveria exercer esta liberdade atuando de uma maneira que o isente de sofrimento ou dor no futuro e ajudando-o a atingir a liberação através da realização de Deus

As escrituras do Hinduísmo, o Bhagavad Gita em particular, também nos dizem que uma pessoa pode livrar-se de todas as suas forças kármicas, exceto aquelas do prarabdha karma, se ele executar suas atividades sem esperar os frutos ou resultados de suas próprias ações. Um devoto de Deus é encorajado a desenvolver a atitude de que suas ações não são para si mesmo e sim para agradar a Deus. A ação feita com esta atitude ajuda-o a libertar-se dos efeitos futuros das ações (kriyamana karma) feitos nesta vida. Também purifica sua mente e assim capacita-o a ter a visão de Deus. Após a visão de Deus ele liberta-se de todo seu sanchita (ou acumulado) karma. Assim atinge a liberação do ciclo de repetidos nascimentos e mortes. Mesmo assim, ele terá que esgotar seu prarabdha karma, das garras do qual nenhum mortal pode escapar completamente. 

Alguns dizem, contudo, que mesmo que não se possa escapar completamente de seu prarabdha karma, a intensidade de suas forças pode ser consideravelmente reduzida ao entregar-se a Deus completamente. Shri Sarada Devi (1853-1920), uma das grandes mulheres santas da Índia, dá suporte a esta opinião. Ela diz, “Entregando-se a Deus um devoto pode reduzir consideravelmente seu prarabdha karma. Por exemplo, se ele estava destinado a ter o ferimento causado por uma espada devido às suas forças kármicas, ao invés disso terá o ferimento causado por uma farpa.”

(As Doutrinas do Karma, predestinação e reencarnação. - Swami Bhaskarananda, monge sênior da Ordem Ramakrishna)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe: