sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Nas horas de meditação

"Há horas em que alguém se esquece do mundo. Há horas em que alguém se aproxima dessa região de bem-aventurança, na qual a alma se acha contida dentro do Eu e em presença do Altíssimo. Cala-se, então, o clamor do desejo; tranquilizam-se os sentidos. Somente Deus é.

Não existe santuário mais sagrado que a mente purificada, uma mente concentrada em Deus. Não existe lugar mais santo do que aquela região de paz na qual penetra a mente quando fica fixa no Senhor. Nem há incenso de perfume mais suave e puro que o pensamento ascendendo para Deus.
 
Pureza, felicidade, bem-aventurança, paz!  De tudo isso se compõe a atmosfera do estado de meditação.
A consciência espiritual alvorece nessas horas silenciosas, sagradas. A alma se aproxima de seu manancial. Nessas horas, o ribeiro da personalidade se expande, convertendo-se em imponente e caudaloso rio que corre para essa individualidade verdadeira e permanente, que é a Consciência Oceânica de Deus. E ela é Uma, Única.
Nas horas de meditação a alma extrai das alturas as qualidades que realmente pertencem à sua natureza: ausência de todo medo, sentido da realidade, sentido da imortalidade.
Interioriza-te em teu Eu, ó alma! Busca de verdade a hora silenciosa. Compreende que teu Eu é da mesma substância da verdade, a substância da Divindade. Em verdade mora Deus dentro de teu coração! "
---

F. J. Alexander (discípulo de Swami Vivekananda) –in: Nas Horas de Meditação. São Paulo: Ed. Pensamento. s/d, p.11 e 12.

 

domingo, 20 de janeiro de 2013

Identifique-se com o Atman

"Os Vedas não podem mostrar-nos Brahman, pois já somos Aquele; eles só podem ajudar-nos a retirar o véu que oculta a verdade aos nossos olhos. O primeiro véu a destruir é a ignorância; quando ele é eliminado, o pecado desaparece, em seguida cessa o desejo, termina o egoísmo e todo o sofrimento se desvanece. Esta cessação da ignorância só pode acontecer quando sabemos que Deus e eu somos Um. Em outras palavras, identifiquem-se com o Atman, não com as limitações humanas.”
 
 
 ---

Swami Vivekananda In: Pláticas inspiradas, cartas selectas y otros escritos. Buenos Aires: Kier, 1971, p.139.
Para ler mais: Palestras Inspiradas.

sábado, 12 de janeiro de 2013

150o Aniversário de Swami Vivekananda



Jai Sri Guru Maharaj !!!
Nossas saudações ao grande profeta Swami Vivekananda, que nos trouxe a mensagem da Vedanta em 1893 ao participar do Parlamento das Religiões, que se realizou em Chicago - USA, revolucionando, assim, o mundo religioso e filosófico do Ocidente. O Swami nasceu em 12 de janeiro de 1863, de acordo com o calendário solar. No dia 3 de fevereiro de 2013, data do seu nascimento de acordo com o calendário lunar, terão inicio as comemorações do seu 150º aniversário pelos seus seguidores e admiradores em todo o mundo.


domingo, 6 de janeiro de 2013

A vida de Swami Vivekananda

Quarta-feira - 9 de janeiro 
20h30 às 22h

 
PALESTRA VIRTUAL em português com Swami Surnimalananda 

(não haverá atividade no templo)

 

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Homenagem à Santa Mãe

Sarada Devi, carinhosamente chamada de Santa Mãe, nasceu em 22 de dezembro de 1853. Foi a divina esposa e companheira espiritual de Sri Ramakrishna.
A grande discípula de Swami Vivekananda, Sister Nivedita escreveu: “Nela se vêem realizadas aquela sabedoria e doçura que a mais simples das mulheres pode alcançar. E ainda, para mim a grandeza da sua cortesia e sua mente incrivelmente aberta são quase tão maravilhosas quanto a sua santidade. Sua vida é expressa no intenso silêncio da oração.”



“Ore ao Senhor para que seu coração
seja tão puro quanto as estrelas.
Como resultado da prática, regular e sincera,
de japa e meditação,
você ficará consciente da palavra do Senhor.
Todos os seus desejos serão realizados
e você experimentará a mais pura felicidade.”
- Sarada Devi
---
A data da celebração o Vishuddha Siddhanta Almanac é hoje, 4 de janeiro. Neste sábado (5/1/2013) o estudo será em homenagem a ela, seguido de Árati, meditação e confraternização. A partir das 17h. Todos são bem-vindos.



quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Com o coração voltado para Deus

"A agulha magnética sempre aponta para o norte,
e graças a isso os navios que navegam
não perdem o rumo.
Enquanto o coração do homem está voltado para Deus,
ele não pode perder-se no oceano do mundo."