terça-feira, 27 de agosto de 2013

Do pensamento ao propósito da vida - o alerta de Krishna

ASSIM FALOU KRISHNA

"Dos pensamentos nos objetos dos sentidos
Surge o apego aos objetos dos sentidos;
Do apego nasce o desejo,
E ao frustrar o desejo, a paixão violenta.
A paixão violenta alimenta o erro;
O erro origina o esquecimento da experiência;
O esquecimento da experiência destrói o entendimento.
E com o desmoronamento do entendimento vem a perda do propósito da vida."


Bhagavad Gita, II: 62, 63, 65

                                                         Janmashtami - 28/8/2013
                (Aniversário de Krishna segundo o calendário lunar)


sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Religião Prática

“É bom ensinar o papagaio dizer o tempo todo: ‘Senhor, Senhor, Senhor’, mas se o gato chega e o segura pelo pescoço, ele se esquece de tudo o que aprendeu. Você pode orar o tempo todo, ler todas as escrituras do mundo, e adorar todos os deuses que existem, mas, a menos que você realize a alma não há liberdade. Não ao falar, teorizar, argumentar, mas sim à realização. Isso eu chamo de religião prática.
 
Swami Vivekananda (1863 - 1902)

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Mahasamadhi Sri Ramakrishna


 O Mestre, na sua relação com os seus discípulos, era a manifestação perene do amor puro, que também estava sempre presente no convívio com as outras pessoas que o rodeavam, e essa relação amorosa foi a tônica e a pedra fundamental da futura ordem monástica conhecida como Ramakrishna Math. Nas primeiras horas do dia 16 de agosto de 1886, Sri Ramakrishna deixou seu corpo repetindo o nome da Mãe Divina, retornando assim ao seu Lar Espiritual.

Veja também: Sri Ramakrishna: representações da Divina Mãe e missão especial

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Amar com imparcialidade


 
“Permita-me dizer-lhe como amar a todos igualmente”, disse a Mãe.

Não exija nada daqueles que você ama. Se você fizer exigências, alguns vão lhe dar mais e outros menos. Desta forma, você vai amar mais aqueles que lhe derem mais e menos aqueles que lhe derem menos. Assim, o seu amor não será o mesmo para todos, e você não será capaz de amar a todos com imparcialidade.”   Sarada Devi