quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Sri Ramakrishna: representações da Divina Mãe e missão espiritual

"Sri Ramakrishna ensinou que cada mulher, jovem ou velha, era a representação da Divina Mãe. Ele adorava a Deus como a Mãe do universo e frequentemente declarava que sua Divina Mãe Lhe havia mostrado que todas as mulheres representam a Divina Maternidade sobre a terra.

Sua esposa, a bendita virgem Sarada Devi vive, todavia, como uma encarnação da Maternidade Santa rodeada de inumeráveis filhos espirituais. Por sua vez, ela sempre considerou ao Bhagavan como Sua Divina e Bendita Mãe em forma humana.

O Mestre elevou o ideal da mulher ao plano espiritual aceitando uma mulher como seu primeiro Guru - instrutor espiritual. Nos anais da história religiosa, nenhum outro Salvador ou guia espiritual deu essa honra a uma mulher.

Sri Ramakrishna teve como missão :
- Demonstrar com seu exemplo vivo que um homem verdadeiramente espiritual, mesmo estando morto para o mundo dos sentidos, pode viver no plano espiritual da consciência Divina, provando, assim, que cada alma individual é imortal e potencialmente Divina.

- Estabelecer a harmonia entre as seitas e credos religiosos, demonstrando que todas as religiões são como outros tantos caminhos que levam ao mesmo fim; que a realização da Existência Divina, toda poderosa, é o mesmo e o mais elevado ideal do Cristianismo, Islamismo, Judaísmo, Zoroastrismo e Hinduísmo, como também de todas as outras religiões do mundo.

- Proclamar a eterna verdade de que Deus é Um - porém tem muitos aspectos, e que o mesmo Deus é adorado pelas diferentes nações com vários nomes e formas; que Ele é pessoal, impessoal e mais além de ambos; que Ele é com nome e forma e, todavia, sem nome e sem forma.

- Estabelecer o culto da Mãe Divina e elevar assim o ideal da mulher ao da divina maternidade.

- Demonstrar com seu exemplo, que a verdadeira espiritualidade pode ser transmitida e a salvação obtida mediante a graça de uma Encarnação Divina.

- Declarar ante o mundo que os poderes psíquicos e o poder de curar são obstáculos na senda da conquista da Consciência Divina. O Bhagavan Sri Ramakrishna possuía todos os poderes da Yoga, porém rara vez exerceu esses poderes, especialmente o de curar enfermidades. Além disso, sempre impediu que seus discípulos buscassem o exercício desses poderes. Não obstante, um poder que vimos exercido com frequência pelo Mestre era o divino poder de transformar o caráter de um pecador e elevar uma alma mundana ao plano da Supra Consciência por um simples toque. Tomava sobre seus próprios ombros os pecados dos outros e os purificava, abrindo, assim, os olhos espirituais de seus discípulos. 

Os dias de profecia passaram ante nossos olhos. As manifestações dos poderes divinos d’Aquele que hoje é adorado por milhares como a mais recente Encarnação da Divindade, as presenciamos por nossos próprios olhos. Bem-aventurados são aqueles que o viram e tocaram seus santos pés. Que a glória de Sri Ramakrishna seja sentida por todas as nações da Terra; que seu Divino poder possa ser manifestado nas almas ardentes e sinceras de seus devotos de todos os países em todas as gerações futuras. Esta é a oração de Seu filho e servo. "                         
___
Trechos do texto: Quem foi Sri Ramakrishna, de Swami Abhedananda (1866-1936), discípulo direto de Sri Ramakrishna, foi um grande santo e erudito, autor de diversos livros. Ele foi enviado por Swami Vivekananda em 1897 para liderar a Sociedade Vedanta em Nova York e espalhou a mensagem da Vedanta no Ocidente até 1921, quando retornou a Índia para continuar a missão de Sri Ramakrishna e Swami Vivekananda.

Vídeo inspirador: Buenos Dias Ramakrishna
"Buenos Dias Ramakrishna
Aqui estoy para llamarte
Aqui estoy para servirte
Quero entregarte mi vida toda
busco refugio a tus santos pies"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe: