domingo, 9 de janeiro de 2011

Qual a nossa imagem e semelhança?

Swami Vivekananda uma vez afirmou que o desejo por detrás de todos os nossos esforços é o anelo pela liberação e a busca pela perfeição. Atingir a liberação é a realização de nossa verdadeira natureza; é o conhecimento que ‘Eu sou Brahman. Nenhum de nós é feliz em nosso estado atual. Nós sempre somos conscientes de que falta algo. Nós sempre somos conscientes de um vazio e por causa disto nós buscamos distrações em várias atividades. Desta consciência de falta, o ladrão rouba, um homem pobre luta por dinheiro e aspirantes espirituais invocam a Deus. Aqueles que roubam e lutam por dinheiro não estão tomando o caminho direto para a libertação; seu progresso é atrasado. Mas um dia eles encontrarão o caminho correto e atingirão a meta. Os aspirantes espirituais escolheram o caminho reto para Deus; eles rapidamente atingirão seu destino. Obtendo o autoconhecimento, eles acharão a paz e a completa satisfação.

Portanto não deveríamos pensar constantemente no pecado. O modo de remover o pecado é pensar em nós mesmos como puros. O modo de remover as correntes é pensar em nós mesmos como livres. O que pensamos, nos tornamos. Quando cometemos erros? Quando pensamos que estamos separados de Deus, quando esquecemos nossa verdadeira identidade. Nós todos esquecemos quem realmente somos.

Sri Ramakrishna ilustrou esta idéia com uma estória: Havia uma vez um filhote de leão que cresceu no meio de um rebanho de ovelhas. Como uma ovelha, ele comia grama e até balia, ‘Baa, baa’. Um dia um leão atacou o rebanho. Todas as ovelhas, junto com o filhote de leão, fugiram aterrorizadas. O leão perseguiu o rebanho, mas para seu espanto, ele viu um filhote de leão entre as ovelhas! O leão capturou o aterrorizado filhote, o arrastou até um lago e mostrou a ele seu reflexo na água. ‘Olhe para sua face’ disse o leão, ‘e olhe para a minha. Você não vê que somos iguais?’ Primeiro o filhote tremeu de medo, mas enquanto ele continuava a olhar para seu reflexo, ele começou a compreender quem ele realmente era. Ele era um leão! Subitamente o filhote deu um poderoso rugido e pulando de felicidade correu para encontrar seu verdadeiro lar na floresta.

O filhote de leão se portou como uma ovelha enquanto pensou que era uma ovelha. Nós somos como o filhote de leão. Quando nós pensamos que somos fracos, sem valor e sem poder, nós nos tornamos fracos, sem valor e sem poder. Swami Vivekananda disse, ‘O remédio para a fraqueza é não pensar na fraqueza, mas pensar na força.’ (Complete Works, Vol. II, p. 300).

Swami Lokeswarananda, THE WAY TO GOD – AS TAUGHT BY SRI RAMAKRISHNA, Tradução de trecho do Cap. IV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe: