quarta-feira, 28 de julho de 2010

Meditação

 "A meditação faz bem a todos, não importa qual seja a afiliação religiosa. Até mesmo um ateu pode encontrar a Verdade por meio dessa prática." 

 "A realização de Deus ou a experiência da Verdade Suprema é o mais elevado objetivo da meditação." Swami Bhaskarananda
"O que se busca na religião é conhecer Aquele que é o fundamento de todas as coisas e não o êxito mundano. Os hindus praticam a meditação com a finalidade de chegar a Deus, ao Supremo, ao Absoluto, à Verdade, à Realização Última que é a nossa própria essência. Depois de ler diferentes livros sobre diversas religiões, reconheci que, em todas elas, o ideal é sempre o mesmo. A meditação é uma técnica para transpor os limites da consciência natural e atingir estados mais elevados." Swami Ritajananda

 Mais informações sobre meditação.

"Yoga significa "unir" - isto é, unir a alma do homem à Alma suprema, ou Deus." 

"Pela prática sincera, camada após camada da mente desvenda-se diante de nós e cada uma delas nos revela novos fatos. (...) Não devemos nos deter pelo caminho... Deus é a meta."
Swami Vivekananda

terça-feira, 20 de julho de 2010

Recesso de Julho

Nos dias 21 e 28 de julho não teremos atividades no grupo.
Retornaremos com a programação normal em agosto.
Até lá!

sábado, 17 de julho de 2010

Guru Purnima

Dia 26 de julho é o dia do Guru Purnima pelo Vishuddha Siddhanta Almanac. Em comemoração a esse dia são homenageados todos os mestres espirituais na figura de Vyasa, que ao compilar os Vedas, transmitiu ao mundo a sabedoria da Sanatana Dharma (Religião Eterna). Ele é autor também de diversos clássicos espirituais da Índia, como o Mahabharata.

Celebrado por ocasião da lua cheia (purnima) de julho é dedicado também, por extensão, a todos os mestres espirituais a quem recebemos o conhecimento em todas as áreas da atividade humana. Ver mais informações no Centro de São Paulo.





Foto: Vyasa ditando o Mahabharata para Ganesha.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Inspiração da Semana

"Engana-se quem pensa que, esquivando-se das ações e persistindo na inatividade, escapa dos resultados da ação. Quem nada começa, não pode entrar no estado da Paz Eterna; a inativiade não conduz à perfeição. E, na realidade, nem há coisas que se possam designar pela palavra inatividade; pois tudo, no Universo, está em atividade constante, e nada pode subtrair-se à lei geral.

Ninguém pode ficar inativo nem um instante; pois as leis de sua natureza o impelem constantemente a fazer alguma coisa, queira ele ou não; o seu corpo e a sua mente, ou ambos, sempre estão ocupados."
Bhagavad Gita III-4,5

domingo, 4 de julho de 2010

Mahasamadhi de Swami Vivekananda

"Levante, desperte, e não pare até alcançar a meta!" Swami Vivekananda
Em 4 de julho de 1902, Swami Vivekananda deixou conscientemente seu corpo. Um legado de ensinamentos, canções e bênçãos se perpetuaram a partir de sua missão no mundo.

Recordações: Speech at the World religious parliament 1893, Chicago

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Inspiração da Semana

    "Devemos fazer nossa parte porque é a única forma de escaparmos desta vida de contradições. O bem e o mal são duas forças que manterão o universo vivo para nós até despertarmos de nossos sonhos e desistirmos de construir castelos de areia. Essa é a lição que teremos de aprender, e cujo aprendizado nos exigirá muitíssimo tempo.
    A Vedanta nos diz que é verdade que o Absoluto, ou o Infinito, está tentando expressar-se no finito, mas chegará um tempo em que descobriremos que isto é impossível. Teremos de bater em retirada, o que significa renúncia, que é por onde a religião começa de fato."
 
Swami Vivekananda. O que é Religião. Rio de Janeiro: Lótus do Saber, 2004, p. 56