segunda-feira, 21 de junho de 2010

Ensinamentos de Jesus Cristo

Nossa biblioteca dispõe de um interessante livro intitulado "Assim Falou Jesus Cristo", escrito por Swami Vijoyananda, que iniciou o trabalho espiritual da Ordem Ramakrishna na América do Sul. Ele foi discípulo de Sw. Brahmananda, filho espiritual de Sri Ramakrishna. De maneira clara, inspirada e sob a perspectiva da Vedanta, Swami Vijoyananda discorre sobre os ensinamentos de Jesus. É um convite à adoração.

"E devemos nos converter no espírito antes de pensar sequer em adorar o Pai Celestial. A mais pura forma de adoração consiste em sentir a  presença incessante de Deus; e forçosamente, estando diante do oceano da felicidade não se pode desejar outra coisa que não seja a felicidade mesma. Por tudo isso nos diz claramente Cristo que devemos nos purificar, esquecer nosso errôneo conceito de existência material e nos converter em espírito para adorar a Deus, que é Espírito."
Mas a hora vem, e agora é em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. (João IV.21-23)
"Cristo afirma que devemos adorar ao Pai em espírito e em verdade. Bem sabia ele que muitos dos devotos dizem suas orações unicamente com os lábios!"
Este povo honra-me com seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. (Mateus XV-8)
"Cristo sabia perfeitamente que dos devotos, a maior parte é distraída, incrédula e mentirosa inconsciente. A falta de um ideal definido em sua vida converte o aspirante religioso em fácil presa dos pensamentos errantes e vagabundos; e em semelhantes condições de inexatitude mental, milhares de desejos tentadores o enganam em nome dos ideiais religiosos. ..."
"... A sinceridade, base da verdade, é a alma da religião. ... Para adorar a Deus, em espírito, a condição essencial e primária é adorá-lo em verdade." (p. 100-101)

Inspiração da Semana

“As dificuldades surgem, mas não duram para sempre. Verás que elas passam como a água sob a ponte.”
Sri Sarada Devi

terça-feira, 15 de junho de 2010

Inspiração da semana

"Os templos da Índia estão dedicados a divindades de muitas formas e aspectos, assim como também à Divindade Impessoal, à Divindade sem forma. Essa mesma Divindade, cujo nome é Silêncio, compreende todas as formas e aspectos divinos, embora esteja além de toda forma e definição. Sri Ramakrishna dizia: - 'Nunca limites o Infinito procurando defini-lo.' E, realmente, é evidente que o Deus Infinito deve ter múltiplas formas de expressão.'A verdade é uma; os sábios chamam-na com diversos nomes', diz o Rig Veda, a mais antiga escritura dos hindus."
Do livro, O Eterno Companheiro, Sw. Vijoyananda